quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Correr contra o ponteiro
que nos alcança.
Correr do amor
que não sai da gente.
Ah essas tais pressas,
pura perda de tempo.

3 comentários:

Tuchinha disse...

Sandrinhaaaaaaaaa... vou usar esse, tá?
AMEI!

Beijo!!

Andréa Haddad disse...

Pressas que envelhecem as idéias e descalçam a alma...
Paulatinamente...

Sandra Tavares - sf.tavares@uol.com.br disse...

se tiver curtir aqui ia dar um pra cada :)